Paranóia é uma desordem mental ou delírio do maligno?

Saúde

A paranóia é uma desordem mentalpersonagem. É acompanhada por algumas idéias delirantes que se desenvolvem na mente do paciente. Ele não confia em seus parentes, amigos e parentes. O paranóico reage muito com este ou aquele comportamento das pessoas, categoricamente não aceita no seu endereço qualquer crítica. Inclusive, ele nunca admite que ele tem uma paranóia. Essa formação de pensamentos delirantes está intimamente relacionada ao caráter e à personalidade do paciente. O fato é que o paranóico não é delirante porque ele incorretamente considera o mundo ao seu redor, mas pela simples razão de ele ter um conflito interior pronunciado consigo mesmo.

a paranóia é

Paranóia é um estado de espírito em queO paciente não consegue avaliar adequadamente suas idéias. Ele tem seu próprio sistema de valores, longe do mundo real. Em outras palavras, entre o paranóico e o mundo ao redor é um abismo profundo. Como resultado, o paciente sente como é necessário para a sociedade, mas, ao mesmo tempo, ele não consegue se conectar com o mundo exterior!

Infelizmente, sinais óbvios confirmando issotranstorno mental, não é observado até sua fase crítica. Basicamente, pacientes com paranóia pertencem à enfermaria psiquiátrica já com transtorno progressivo. No entanto, se você olhar de perto, você pode entender que alguns sintomas ainda podem ser rastreados.

Sinais de Paranóia

Como foi dito acima,

sinais de paranóia
O principal sinal de paranóia potencial ésuas idéias delirantes, que sempre se baseiam na desconfiança dos outros, em uma atitude suspeita em relação a eles. Paranóide interpreta mal qualquer situação, dando grande importância a pequenas coisas sem sentido. Para essas pessoas é peculiar exagerar tudo e pintar em cores negativas. Por exemplo, um sofrimento paranóico de delírios de perseguição facilmente suspeitará que seu inimigo, um maníaco ou um terrorista está olhando para ele! Ou, por exemplo, um cônjuge, que sofre de um delírio de ciúme, "traga para lidar" com sua esposa, fazendo constantes escândalos sobre qualquer um de seus atrasos no trabalho. A coisa mais triste de tudo isso é que não há provas e argumentos razoáveis ​​que refutem as idéias delirantes do paciente não têm poder para ele. Ele simplesmente não os aceita!

A paranóia não é esquizofrenia!

Paranóico

Muitos acreditam que ambos essesOs transtornos são um e o mesmo. Não é assim. Pacientes com paranóia são preenchidos com algumas críticas irracionais de todo o mundo circundante. Ao mesmo tempo, eles não aceitam críticas por sua própria causa por sua própria causa. Como eles dizem, "tudo no mundo é ruim, e você está sozinho - maravilhoso!" Eles não têm alucinações visuais e auditivas, como nos esquizofrênicos. Além disso, os paranóicos não estão sujeitos a quaisquer idéias fantasmagóricas, o que não pode ser dito sobre os esquizofrênicos. No entanto, às vezes ambas as doenças podem se complementar, por exemplo, com o diagnóstico de "esquizofrenia paranóica".

Toda a lógica de um homem que é paranóico,é construído em suas próprias conclusões. E, na verdade, uma pessoa adequada para encontrar uma "lacuna" neste é quase impossível! Parece que tudo no paciente é lógico. Mas não os links iniciais de sua cadeia "paranóica", com base em que uma conclusão falsa é construída.